Você está na página: Home / Notícias / Preço do milho cai cerca de 25,2% em Mato Grosso; pressão vem da oferta

Notícias

24/06/2016

Preço do milho cai cerca de 25,2% em Mato Grosso; pressão vem da oferta

Em aproximadamente 30 dias, o preço da saca de 60 quilos de milho em Mato Grosso recuou em torno de 25.2% em alguns municípios.

Em aproximadamente 30 dias, o preço da saca de 60 quilos de milho em Mato Grosso recuou em torno de 25.2% em alguns municípios. O decréscimo, segundo especialistas, indica que a pressão vem da maior oferta. No Estado, 10,33% dos 4,245 milhões de hectares plantados na safra 2015/2016 foram colhidos.

Em Ipiranga do Norte, a saca de 60 quilos do milho caiu de R$ 35,95 em 23 de maio para R$ 26,70 nesta quinta-feira, 23 de junho, um recuo de 25,2%. em Sinop o decréscimo foi de R$ 34,85 para R$ 27.90 entre 23 de maio e 23 de junho. E, em Alto Araguaia de R$ 40,70 para R$ 33,00.

Na segunda-feira, 20, a saca de 60 quilos era encontrada a R$ 35,70 em Alto Araguaia, R$ 29,45 em Sinop e R$ 30,55 em Ipiranga do Norte.

O Estado, de acordo com o acompanhamento de colheita do cereal divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), colheu até o dia 16 de junho 10,33% dos 4,245 milhões de hectares destinados para a cultura nesta safra. O percentual significa um avanço de 5,60 pontos percentuais em relação aos 4,73% colhidos nesta época referente ao ciclo 2014/2015.

A região mais avançada com os trabalhos é o Médio-Norte mato-grossense com 13,54% dos 1,813 milhão de hectares semeados, seguido do Noroeste com 12,41% de 414,9 mil hectares. A região Sudeste, segunda maior área destinada ao milho no Estado, colheu apenas 5,46% de 876,3 mil hectares.

Pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indicam que a pressão no valor da saca de 60 quilos vem da maior oferta. "Com o avanço da colheita do milho segunda safra no Centro-Sul do País, aos poucos, a disponibilidade interna do cereal vem crescendo. Com isso, praticamente pela primeira vez no ano, compradores encaram melhores oportunidades de negociação e conseguem exercer pressão", declara o Cepea.

Em algumas localidades, especialmente no Paraná e Centro-Oeste, a saca chegou a cair R$ 10 em uma semana. Na região de Campinas (SP), por exemplo, representada pelo Indicador ESALQ/BM&FBovespa, os preços caíram 5,15% na última semana, passando para R$ 50,62/sc de 60 kg na sexta-feira, 17 de junho.

Veja também:

16/04/2018
Milho: Com foco no clima e na safra americana, mercado encerra semana com leves quedas na CBOT

16/04/2018
Revisões para baixo na safra de soja e milho na Argentina

16/04/2018
Milho: Com produtores retraídos, negócios são pontuais no sopt Publicado em 16/04/2018 09:58

25/01/2018
Posicionamento da Monsanto sobre ataque de lagarta em lavoura de soja com tecnologia Intacta RR2 PRO® em GO

25/01/2018
Queda das vagens está relacionada a stress climático e solo sem oxigenação

Veja mais

Voltar | Topo | Home

Agrológica
Unidade 1 - Primavera do Leste - MT - Avenida São Paulo, 1130 – Distrito Industrial - 66 3500 6300
Unidade 2 - Rondonópolis - MT - Av. Bonifácio Sachetti, 1896 - Distrito Industrial Augusto B. Razia - 66 3423 2249
Unidade 3 - Lucas do Rio Verde - MT - Avenida da Produção, Parque das Emas II, 2620 W - 65 3549 5464
Unidade 4 - Nova Mutum - MT - Av. Perimetral das Samambaias, 1920-W - Parque das Águias - 65 3308 4600
Unidade 5 - Confresa - MT - BR 158, Lote 5, Qd 01 - Residencial Babinski ll - 66 3508 1028
Unidade 6 - Sorriso - MT - Av. Dr. Ari Luiz Brandão, 1514 - Bairro Industrial Nova Prata - 66 3545 1494