Você está na página: Home / Notícias / Transgênicos são seguros, conclui Academia Nacional de Ciência dos EUA

Notícias

19/05/2016

Transgênicos são seguros, conclui Academia Nacional de Ciência dos EUA

Não há evidências de aumento na incidência de câncer, obesidade, doença hepática, autismo,ou outras doenças com o consumo de transgênicos.

Principal órgão de assessoramento científico dos Estados Unidos, a Academia Nacional de Ciências, Engenharia e Medicina anunciou nesta terça-feira (17.05) o resultado da maior pesquisa realizada sobre o impacto dos organismos geneticamente modificados (OMG). A conclusão é de que "não evidências de aumento na incidência de câncer, obesidade, doença hepática, autismo, doença celíaca ou alergias alimentares" com o consumo de transgênicos.

O relatório derruba diversos mitos e especulações propagados por grupos ativistas, políticos e ideológicos. A análise foi conduzida por 50 cientistas, que elaboraram um relatório de mais de 400 páginas mediante consulta a milhares de estudos científicos compilados nos últimos 29 anos de aplicação da biotecnologia. Nenhum dos profissionais é vinculado a qualquer empresa do setor.

A pesquisa da Academia Nacional norte-americana aponta que "não evidência conclusiva de uma relação de causa e efeito entre culturas transgênicas e problemas ambientais". Afirma que as variedades geneticamente modificadas podem misturar-se no campo com as convencionais, mas que isso não configura qualquer problema e não ameaça a biodiversidade - podendo, em alguns casos, até aumentá-la. Além disso, a utilização da biotecnologia resistente a insetos reduziu a aplicação de defensivos químicos.

A pesquisa conclui que os trangênicos, no final das contas, são economicamente favoráveis ao produtor rural. No entanto, ressalva que não encontrou evidências de aumento do rendimento em culturas como milho, soja e algodão. Também a resistência de algumas variedades transgênicas aos herbicidas foi apontada como um "problema de primeira ordem" a ser solucionado.

"A conclusão, depois de ler o relatório, é que as plantas transgênicas são mesmo... apenas plantas. Elas não são a panaceia que clamam alguns proponentes nem o temível monstro apontado por outros", comentou Wayne Parrott, professor de Ciências do Solo da Universidade da Georgia ao jornal The New York Times.

Veja também:

24/07/2019
Economia começa a reagir para gerar empregos, mas a paciência dos brasileiros está no limite

24/07/2019
Com pouca soja disponível, produtor brasileiro tende a segurar vendas para o último trimestre. Safra nova só acima de

24/07/2019
Colheita do milho safrinha avança para 65% no Paraná segundo o Deral

24/07/2019
Soja sobe em Chicago nesta 4ª feira se recuperando de duas sessões no vermelho

16/04/2018
Milho: Com foco no clima e na safra americana, mercado encerra semana com leves quedas na CBOT

Veja mais

Voltar | Topo | Home

Agrológica
Unidade 1 - Primavera do Leste - MT - Avenida São Paulo, 1130 – Distrito Industrial - 66 3500 6300
Unidade 2 - Rondonópolis - MT - Av. Bonifácio Sachetti, 1896 - Distrito Industrial Augusto B. Razia - 66 3423 2249
Unidade 3 - Lucas do Rio Verde - MT - Avenida da Produção, Parque das Emas II, 2620 W - 65 3549 5464
Unidade 4 - Nova Mutum - MT - Av. Perimetral das Samambaias, 1920-W - Parque das Águias - 65 3308 4600
Unidade 5 - Confresa - MT - BR 158, Lote 5, Qd 01 - Residencial Babinski ll - 66 3508 1028
Unidade 6 - Sorriso - MT - Av. Dr. Ari Luiz Brandão, 1514 - Bairro Industrial Nova Prata - 66 3545 1494