Você está na página: Home / Notícias / Soja MT: GT vai avaliar impacto

Notícias

18/12/2015

Soja MT: GT vai avaliar impacto

Estado e produtores constituíram um grupo para realizar um levantamento mais preciso sobre as conseqüências da falta de chuvas sobre a safra 15/16

A secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja/MT) confirmaram nessa quarta-feira (16.12), durante uma reunião com o setor produtivo e outros representantes do segmento, que as perdas em decorrência da forte estiagem que afetou a semeadura e o desenvolvimento das lavouras até o início de dezembro comprometeram a produtividade e vão tirar de forma direta de circulação do Estado mais de R$ 1 bilhão em 2016, conforme antecipado com exclusividade pelo Diário. Em razão do impacto financeiro, que terá desdobramentos ainda incalculáveis sobre a economia local, Estado e produtores constituíram um grupo de trabalho para realizar um levantamento mais preciso sobre as conseqüências da falta de chuvas sobre a safra 2015/2016 de soja. O governo do Estado quer acompanhar de perto a situação e se antever a possíveis perdas de receita e outros desdobramentos negativos, pois o agronegócio é a base da atividade econômica de Mato Grosso e o carro-chefe das exportações.

Mato Grosso é o maior produtor de grãos e fibras do país e em 2016 deverá manter a liderança pelo quinto ano consecutivo. Em relação à soja, o Estado oferta internamente, um terço da produção nacional e 9% da produção mundial. "Temos que acompanhar de perto e criamos o grupo de trabalho para identificarmos quais os municípios mais atingidos, para avaliarmos as perdas e traçarmos estratégias para tentar mitigar os efeitos na economia do Estado", pontuou o secretário-adjunto da Sedec, Alexandre Possebon. A produção da oleaginosa representa 51% do PIB de Mato Grosso.

Como ficou definido, a primeira reunião do GT ocorre hoje. O grupo por representantes da Sedec, do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT), Superintendência Federal de Agricultura (SFA-MT/Mapa), Aprosoja, Ampa, Famato, Imea eIMAmt, irá realizar um levantamento da atual situação, pois as perdas de produtividade são constatadas em todas as regiões do Estado. Conforme o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a estimativa de safra de soja foi revisada para baixo em dezembro, tanto em produção quanto em produtividade, o corte foi de 1 milhão de toneladas (t). Considerando a cotação média à soja, base Sorriso, em R$ 63,50, esses toneladas a menos vão tirar de circulação da economia local, de forma direta, cerca de R$ 1,058 bilhão.

A nova estimativa reduziu em 3,6% a expectativa de produtividade da safra 2015/16 de soja, saindo de 52,6 sacas por hectare na estimativa de agosto para 50,76 sc/ha na de dezembro. Com o recuo da produtividade, a produção passa a projeção de 28,03 milhões t.

O presidente da Aprosoja, Endrigo Dalcin, ressaltou que a entidade havia alertado os produtores quanto às mudanças climáticas causadas pelo fenômeno El Niño, que neste ano seriam mais intensas. "Tivemos um início de plantio complicado, que culminou em irregularidade e replantio acima de 3%. Essa reunião vai nos direcionar para ações futuras caso não chova nos próximos dias".

Fonte FMC NEWS 

Veja também:

24/07/2019
Economia começa a reagir para gerar empregos, mas a paciência dos brasileiros está no limite

24/07/2019
Com pouca soja disponível, produtor brasileiro tende a segurar vendas para o último trimestre. Safra nova só acima de

24/07/2019
Colheita do milho safrinha avança para 65% no Paraná segundo o Deral

24/07/2019
Soja sobe em Chicago nesta 4ª feira se recuperando de duas sessões no vermelho

16/04/2018
Milho: Com foco no clima e na safra americana, mercado encerra semana com leves quedas na CBOT

Veja mais

Voltar | Topo | Home

Agrológica
Unidade 1 - Primavera do Leste - MT - Avenida São Paulo, 1130 – Distrito Industrial - 66 3500 6300
Unidade 2 - Rondonópolis - MT - Av. Bonifácio Sachetti, 1896 - Distrito Industrial Augusto B. Razia - 66 3423 2249
Unidade 3 - Lucas do Rio Verde - MT - Avenida da Produção, Parque das Emas II, 2620 W - 65 3549 5464
Unidade 4 - Nova Mutum - MT - Av. Perimetral das Samambaias, 1920-W - Parque das Águias - 65 3308 4600
Unidade 5 - Confresa - MT - BR 158, Lote 5, Qd 01 - Residencial Babinski ll - 66 3508 1028
Unidade 6 - Sorriso - MT - Av. Dr. Ari Luiz Brandão, 1514 - Bairro Industrial Nova Prata - 66 3545 1494