Você está na página: Home / Notícias / Safra 2015/16: Nova projeção surpreende

Notícias

14/12/2015

Safra 2015/16: Nova projeção surpreende

A Conab revisou, desta vez para cima, as previsões de produção de grãos e fibras da safra 2015/16 de Mato Grosso.

  • No terceiro levantamento, divulgado na sexta-feira, a estatal elevou o volume final para 52,20 milhões de toneladas (t), ante 52 milhões t, projetadas no levantamento do mês passado. Qualquer uma das grandezas, se confirmadas, se traduzirão em recorde para a agricultura mato-grossense. No caso da perspectiva do último levantamento, o crescimento 1% em relação ao ciclo anterior, que ofertou 51,67 milhões t. Correções sobre a soja e o algodão levaram aos novos números.

Com a nova projeção, além da manutenção de uma produção histórica, o Estado se mantém pelo quinto ano consecutivo o maior produtor de grãos e fibras do país, participando neste ciclo com 24,74% da oferta brasileira, seguido pelo Paraná, com 18,08% e do Rio Grande do Sul, com 14,34%. No Brasil as projeções apontam para 210,9 milhões t, 1,5% a mais que as 207,7 milhões do ciclo passado.

Conforme o terceiro levantamento da Conab, o quadro delineado para o milho da segunda safra, ainda permanece indefinido em relação à área plantada em função das alternativas que serão definidas a partir do encerramento do plantio da soja. O atraso do plantio da no Centro-Oeste, particularmente em Mato Grosso, maior produtor nacional, e o encurtamento na janela do clima que essa situação poderá provocar, reduzindo a área plantada e/ou aumentando o risco da lavoura para aqueles produtores que insistirem em plantar o cereal em março. Para o Estado, a Conab ainda mantém da projeção de área da safra 2015, 3,35 milhões de hectares (ha), mas reduz a perspectiva de produção em 1,8%, de 20,30 milhões t para 19,92 milhões t.

Mesmo com problemas de falta de chuvas e replantios, nesse levantamento, a Conab ampliou a perspectiva de produção da soja para 29,05 milhões t, volume que se confirmado, será 3,7% maior que o produzido na safra passada, 28,01 milhões t. No levantamento passado, a estatal projetou safra de 28,97 milhões t para Mato Grosso. Assim como na oferta global do Estado, qualquer soma nesse intervalo, será recorde para a sojicultura local.

Na produção de pluma, Mato Grosso, maior produtor nacional da fibra, foi o grande responsável pela alteração. Na avaliação do mês passado a previsão de crescimento que tinha variado de 1% a 3% foi alterada no atual levantamento para 4%, um incremento de 24,2 mil ha em relação ao que foi plantado no ano passado. Estima-se que essa área poderá ser maior, caso a janela para o plantio do milho segunda safra fique comprometida com a escassez de chuvas. Assim, os produtores que precisam honrar os contratos futuros firmados, poderão converter parte da lavoura de soja em algodão.

Outro fator que pode ajudar a explicar a mudança na intenção dos produtores está relacionado ao adiantado estágio da comercialização da safra mato-grossense, confirmada pelas fontes locais que estimam em 37% o montante em novembro, ante 23% ocorrido no mesmo período da safra passada. A expectativa é de que a área total de plantio em Mato Grosso aumente 4,3% em comparação à safra 2014/15, variando de 562,7 mil ha para 586,9 ha, com o crescimento concentrado principalmente na região de Sapezal. "A comercialização da safra 2015/16 está estimada em torno de 30% da oferta. Na região de Primavera do Leste, as negociações do algodão se encontram num ritmo mais lento devido ao cenário imprevisível da economia, havendo expectativa de retomada de negociações em janeiro". A oferta de pluma está estimada em 925,7 mil t, 0,4% mais que em 2015, quando somou 921,7 mil t.

Fonte FMC NEWS

Veja também:

24/07/2019
Economia começa a reagir para gerar empregos, mas a paciência dos brasileiros está no limite

24/07/2019
Com pouca soja disponível, produtor brasileiro tende a segurar vendas para o último trimestre. Safra nova só acima de

24/07/2019
Colheita do milho safrinha avança para 65% no Paraná segundo o Deral

24/07/2019
Soja sobe em Chicago nesta 4ª feira se recuperando de duas sessões no vermelho

16/04/2018
Milho: Com foco no clima e na safra americana, mercado encerra semana com leves quedas na CBOT

Veja mais

Voltar | Topo | Home

Agrológica
Unidade 1 - Primavera do Leste - MT - Avenida São Paulo, 1130 – Distrito Industrial - 66 3500 6300
Unidade 2 - Rondonópolis - MT - Av. Bonifácio Sachetti, 1896 - Distrito Industrial Augusto B. Razia - 66 3423 2249
Unidade 3 - Lucas do Rio Verde - MT - Avenida da Produção, Parque das Emas II, 2620 W - 65 3549 5464
Unidade 4 - Nova Mutum - MT - Av. Perimetral das Samambaias, 1920-W - Parque das Águias - 65 3308 4600
Unidade 5 - Confresa - MT - BR 158, Lote 5, Qd 01 - Residencial Babinski ll - 66 3508 1028
Unidade 6 - Sorriso - MT - Av. Dr. Ari Luiz Brandão, 1514 - Bairro Industrial Nova Prata - 66 3545 1494