Você está na página: Home / Notícias / Conab "enxuga" previsão

Notícias

14/05/2015

Conab "enxuga" previsão

Mesmo com o ajuste, a safra estadual segue com previsão de recorde de produção pela nona vez consecutiva e Mato Grosso mantém a liderança nacional.

  • MT: Conab "enxugaprevisão

  •  

Na variação mensal da Companhia, MT fecha com 48,43 mi t ante 49,02 mi t previstas em abril

MARIANNA PERES

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) revisou para baixo a previsão mensal da safra 2014/15, em Mato Grosso. Em abril, o levantamento previa produção total de grãos e fibras de 49,02 milhões de toneladas (t). no levantamento divulgado nesta terça-feira, a projeção encolheu 1,21% e deve fechar em 47,43 milhões t.

Comparando com o volume colhido na safra 2013/14, que somou 47,70 milhões t, a projeção atual se mostra 1,5% acima do recorde anterior.

Mesmo com o ajuste, a safra estadual segue com previsão de recorde de produção pela nona vez consecutiva e Mato Grosso mantém a liderança nacional do segmento pelo quarto ciclo seguido. De acordo com o a Conab, Mato Grosso ofertará sozinho 24% da produção de grãos e fibras, seguido do Paraná com 18,2% e do Rio Grande do Sul, com 16,1%. Todos os três, que juntos vão produzir mais de 58% da safra brasileira, têm previsão de ciclo recorde em 2015.

Os ajustes mensais, influenciados pelas perspectivas de produtividade, ainda serão registrados pela Conab, que o milho e algodão safrinha estão em pleno desenvolvimento e totalmente dependentes do comportamento das chuvas e do clima como um todo nas próximas semanas. As culturas começam a ser colhidas em meados de junho e então, o levantamento trará números mais contundentes para o Estado. Das três principais culturas do Estado (soja, algodão e milho segunda safra), apenas a soja tem números positivos em relação à safra passada. O cereal e a pluma apontam até o momento para ofertas menores na comparação anual, -1,9% e -14%, respectivamente.

De acordo com o levantamento de ontem, o oitavo divulgado pela Conab na safra 2014/15, a soja mato-grossense encerrou o ciclo com 27,86 milhões t, 5,4% acima da produção anterior  que também era recorde em 26,44 milhões. Esse novo recorde, que injeta mais de um milhão de toneladas a mais em relação ao ano passado, deriva da expansão de 2,2% na área plantada, que saltou de 8,61 milhões de hectares (ha) para 8,80 milhões (também recorde) e de uma evolução de 3,1% na produtividade, que passou de 3.069 mil quilos/ha para 3.165 mil quilos.

Em relação à oferta de pluma, a produção deve encolher 14%, ao passar de 1 milhão t, como o registrado no ciclo passado, para algo em torno de 864,6 mil t. Em abril a projeção era de pouco mais de 861 mil t. Conforme a Conab, a área plantada fechada em 562,7 mil hectares é 12,5% inferior a que foi coberta no ano passado. Houve uma retração anual de 80,4 mil hectares. Com o recuo, a produção de pluma também encolhe em mais de 14%, devendo somar 861,3 mil toneladas. O alto custo de produção, condições adversas de mercado com alto estoque e queda no preço da pluma, tanto em nível nacional como internacional.

O milho safrinha deve ofertar 17,78 milhões t, 1,5% menos que o volume contabilizado em 2014, 18,04 milhões t. Mais de 90% de sua produção é ofertada em segunda safra, em Mato Grosso.

BRASIL - A produção brasileira está estimada em 202,23 milhões de toneladas, ou seja, 4,4% ou 8,6 milhões de toneladas superior à obtida na temporada 2013/14, que foi de 193,62 milhões de toneladas. Este acréscimo deve-se ao ganho nas produtividades do milho primeira safra, da soja e das primeiras informações das culturas de inverno, com destaque para o trigo.

A previsão de área plantada é de 57,21 milhões de hectares. Este levantamento contempla informações definidas para as áreas cultivadas com as culturas de verão de primeira e segunda safras.

Fonte FMC NEWS 

Veja também:

24/07/2019
Economia começa a reagir para gerar empregos, mas a paciência dos brasileiros está no limite

24/07/2019
Com pouca soja disponível, produtor brasileiro tende a segurar vendas para o último trimestre. Safra nova só acima de

24/07/2019
Colheita do milho safrinha avança para 65% no Paraná segundo o Deral

24/07/2019
Soja sobe em Chicago nesta 4ª feira se recuperando de duas sessões no vermelho

16/04/2018
Milho: Com foco no clima e na safra americana, mercado encerra semana com leves quedas na CBOT

Veja mais

Voltar | Topo | Home

Agrológica
Unidade 1 - Primavera do Leste - MT - Avenida São Paulo, 1130 – Distrito Industrial - 66 3500 6300
Unidade 2 - Rondonópolis - MT - Av. Bonifácio Sachetti, 1896 - Distrito Industrial Augusto B. Razia - 66 3423 2249
Unidade 3 - Lucas do Rio Verde - MT - Avenida da Produção, Parque das Emas II, 2620 W - 65 3549 5464
Unidade 4 - Nova Mutum - MT - Av. Perimetral das Samambaias, 1920-W - Parque das Águias - 65 3308 4600
Unidade 5 - Confresa - MT - BR 158, Lote 5, Qd 01 - Residencial Babinski ll - 66 3508 1028
Unidade 6 - Sorriso - MT - Av. Dr. Ari Luiz Brandão, 1514 - Bairro Industrial Nova Prata - 66 3545 1494